Dormir sem sutiã ou com? Saiba qual é a melhor opção



O sutiã é um item que faz parte do vestuário feminino há mais de um século. Ele foi evoluindo e ganhando novas versões, até chegar aos tempos atuais em que há modelos para todos os gostos e ocasiões. Há mulheres tão apegadas a esse acessório que até dormem com ele, mas o que é melhor, dormir sem sutiã ou com? Quais os benefícios e malefícios? Saiba agora.

O que é melhor: dormir sem sutiã ou com?

Não existe uma resposta exata para essa pergunta. A questão é que mulheres com seios muito grandes ou que passaram por alguma cirurgia nas mamas costumam ficar mais confortáveis ao dormir com o acessório. Isso porque ele vai manter os seios no lugar quando se virarem de um lado para o outro.

Para que esse hábito não seja prejudicial, é recomendado escolher um sutiã adequado para dormir. Ele deve ser larguinho, sem bojo, sem arame, sem muita costura e de algodão. Esse tecido permite que a pele respire.

O fato de não ter bojo evita que os seios fiquem apertados. Não ter arame evita que ele fique mal posicionado ao longo da noite e possa acabar machucando. E a vantagem de não ter muitas costuras é que não vai apertar, o que poderia prejudicar a circulação. À noite muitas pessoas incham e se o sutiã apertar muito, pode ser um problema a médio e longo prazo.

Então, usá-lo durante a noite é uma escolha, mas lembre-se de escolher uma peça realmente confortável, pode ser também um top.

Mitos sobre sutiã

Agora que você já sabe que dormir sem sutiã é uma opção, aproveite para desvendar os principais mitos sobre o uso dessa peça.

1. Usar um sutiã de número menor deixa os seios mais firmes

Esse é um grande mito. Existem sutiãs para todos os tamanhos de seios. E depois de escolher o tamanho certo para acomodar os seus, também vai poder controlar a regulagem, tanto das alças, quanto dos fechos. Portanto, escolha sempre um sutiã do seu tamanho, nunca um menor, pois ele pode prejudicar a sua circulação e não vai deixar seus seios mais firmes.


2. Um sutiã dura por muitos anos

A peça até pode durar por muitos anos, mas não com a mesma eficiência. Depois de cerca de oito meses de uso, o tecido começa a afrouxar e a sua sustentação fica comprometida. Então, precisa sentir que se o sutiã está frouxo, mesmo quando usa o fecho no último gancho, é hora de comprar um novo.

3. O sutiã não precisa ser lavado

É claro que o sutiã precisa ser lavado. Só não precisa ser todos os dias, a menos que você sue muito. Então, você vai lavar a peça de acordo com o quanto transpira. O sutiã suja tanto quanto outra peça de roupa em contato com a sua pele e a sujeira com a oleosidade podem prejudicar a eficiência do tecido. De modo geral, lave uma vez por semana, pelo menos.

4. O bojo é a parte do sutiã que dá suporte aos seios

Na verdade, não. O bojo vai dar formato aos seios e deixá-los confortavelmente acomodados. O que vai dar quase todo o suporte são as alças. Por isso elas precisam ter a largura certa para cada tamanho de seio e precisam ser reguladas adequadamente.

5. Usar sutiã desde a pré-adolescência ajuda os seios a ficarem maiores

O uso do sutiã desde a pré-adolescência não vai interferir em nada no crescimento dos seios. Essa é uma questão unicamente genética. Ele só é mesmo recomendado nessa idade para as meninas que tiveram um desenvolvimento precoce e os seios já estão maiores, pois assim vão necessitar de sustentação para as atividades diárias.



Comentar

20 + dez =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.